Sinopse: A Rainha da Floresta é um gostoso convite para o mundo da magia. Nele o leitor conhece a história de Anaís, a princesa herdeira do Reino das Joias, que se descobre uma bruxa no dia do seu noivado. Obrigada a fugir do reino ela refugia-se na Floresta da Lua, vítima de uma antiga maldição que secou a floresta, transformando-a num lugar sombrio e sem magia. Anaís é a única que pode quebrar a maldição. Na Floresta da Lua, a princesa inicia uma inesperada aventura, estuda magia e trava encontros marcantes, como com o sombrio Grande Mago. Vivencia uma emocionante jornada indo do Reino da Terra ao Reino do Céu e conhece a magia do verdadeiro amor. Porém, nem tudo são flores, e todo o seu poder é posto à prova quando uma luta é travada entre ela e a enigmática Friúza, em meio a mais uma invasão da floresta pelos soldados do Reino das Joias.

A obra é a reunião da trilogia que neste volume único está dividida em três Tomos: A Floresta da Lua, A Deusa da Terra e O Casamento Sagrado. Uma história que mostra a importância de sermos nós mesmos, de encontrarmos nosso lugar no mundo e que vai mexer muito com a sua imaginação!

A Rainha da Floresta é, sobretudo, um convite para sonhar. Ao abrir a primeira página fui conduzida a um mundo mágico, no qual existem bruxas, magos, fadas e dimensões paralelas, mas não se engane, é muito mais do que uma história de fantasia é também um conjunto de ensinamentos para o leitor.

A trama começa a partir da festa de noivado de Anaís, a princesa do Reino das Joias, quando ela descobre ser uma bruxa. Temendo por sua vida Anaís vai buscar proteção na Floresta das Sombras, lá ela tem uma surpreendente descoberta – está predestinada a ser a Rainha da Floresta.

Anaís se depara com uma floresta encantada, onde as bruxas vivem em harmonia com a natureza e que diferentemente das bruxas dos contos de fadas, elas tem como regra principal fazer o bem. No entanto, apesar da harmonia do lugar, elas correm perigo. O rei, pai de Anaís invade a floresta constantemente, por achá-la tenebrosa, devido a uma maldição lançada por uma bruxa errante. Portanto, Anaís precisa proteger seu reino, para isso ela terá que ir até mundos paralelos, amadurecer e se auto descobrir.

Em meio a sua missão a rainha da floresta se apaixona pelo grande mago, um homem amargo que teve o seu coração partido, e que, portanto, ainda não está preparado para corresponder aos sentimentos de Anaís.

A história tem uma magia envolvente, apresenta as bruxas sob o ponto de vista do bem, ressaltando a conexão com a natureza. Além de trazer reflexões a protagonista de como amadurecer e em última instancia que faz o leitor também se questionar e aprender mais sobre si mesmo. Com uma bela lição no final a de que mesmo as pessoas que praticaram ações ruins, se quiserem podem se regenerar.

Resenha de: Ana Paula

Blog Livro Rosa Shock

Resenha cedida pela autora para efeito de divulgação. Todos os direitos do resenhista e blog foram mantidos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here