1. Fale-nos um pouco de você.  

R- Sou escritora. Romancista, cronista. Participo frequentemente de concursos literários, onde fui premiada em oitavo lugar representando o estado do maranhão.

  1. O que você fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita?

R- Trabalho em biblioteca e projetos na escola pública. A inspiração nasce em qualquer momento, não tem hora.

  1. Qual a melhor coisa em escrever?

R- É ver nosso trabalho criando forma e tendo credibilidade. 

  1. Você tem um cantinho especial para escrever? 

R- Acho que no computador, mas as vezes a inspiração nos surpreende e para isso, ando preparada. Sempre com uma Caneta na bolsa e papel.

  1. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?

R- Não tenho limites quanto á escrita. Aceito desafios e com eles me surpreendo. Amo escrever.

DE ONDE VEM TODA ESSA FEMINILIDADE? (59 sextilhas) antologia

DO NASCIMENTO AO EPITAFIO (Prefácio)

Destacou-se na crônica POEMA DE UM PECADOR- EM 8° LUGAR.

APOCALIPSE- A ULTIMA HORA

Amazon .com.br.- livros digitais.

  1. Fale-nos um pouco sobre seu (s) livro (s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens?

R -Tenho três livros solos. Mais de cinco antologias. Muita publicação no amazon.com.whatpad.e outras plataformas. Quanto aos personagens os nomeiam conforme o caráter de cada um.

  1. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?

R- O escritor precisa ter seu mundo, seu universo e com ele a cada dia se reciclar e ver as multiformas de adentrar no campo literário.

  1. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?

Não me inspiro em ninguém, pois gosto do meu estilo. Contudo admiro Cecilia Meireles. Mas não tento imitá-la. Considero isto imaturidade.

  1. Você já teve dificuldade em publicar algum livro? Teve algum livro que não conseguiu ser publicado?R- Tenho muitos projetos e sei que ainda surgirão oportunidades. Mas tudo acontecerá no seu devido tempo.
  2. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?

R- Diria que bem acessível. A criação de e-books ,de plataformas nos garante que estamos avançando.

  1. Recentemente surgiram várias pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?

R- Todo escritor visa ser reconhecido, muitos estão publicando, tornou-se fácil adentrar no campo literário, mas isso não o define ser ou não ser um bom escritor.

  1. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?

R- Antes eu somente tinha a expectativa de publicar e não me preocupava com a venda do meu trabalho. Hoje recebo pagamento do meu trabalho e isto me faz criar melhores perspectivas.

  1. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”? R- Cecilia Meirelles-Melhores crônicas.

14.Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria? (nome da música + cantor)

R – Cantora Evangélica- Aline Barros. (Rei dos reis)  

  1. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?

R-Não.

  1. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?

R- Tenho muitos projetos. Tenho um projeto chamado NOS ÚLTIMOS DIAS. Um trabalho que nunca publiquei, só guardei para o momento certo. Tenho ainda DESFILE DE CRONICAS. MULTILIVROS-FICÇÃO. E outros.

  1. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?

R- Gosto de críticas e aceito-as com maturidade. Mesmo quando não são prazerosas elas nos ensinam.

  1. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?

R- Rô Mierling

19.Qual a maior alegria para um escritor?

R-Terminar de escrever seu texto, qualquer que seja.

  1. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.

R- A perseverança nos proporcionará a alçar voos maiores. Não se detenha e desanime no caminho, avance sem medo de errar.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here