Borboletas Na Janela é o segundo livro da autora nacional Sinéia Rangel que tive o privilégio de ler e ver a evolução sensacional da sua escrita, assim como a evolução em si de cada história que ele nos presenteia com seus livros.

Miguel Barcellar é um advogado bem sucedido, namora há anos com a psicóloga Larissa; no qual ele está preparando a surpresa de pedir ela em casamento. Larissa é uma mulher com um coração de ouro. Ela ama Miguel, porém tem um pé atrás quando o assunto é Laura Alvarenga. A ex-namorada dele de 5 anos atrás.

A relação de ambos estava em total harmonia, até que Laura reaparece no escritório de Miguel e acaba deixando o mesmo balançando. Decidida Larissa coloca um fim em seu relacionamento com Miguel. Como Larissa já havia previsto, Miguel volta a se envolver com Laura, é como se fosse uma espécie de obsessão. Ele sabe que ama Larissa, mas não resiste a Laura; porém tudo isso muda quando ela revela que teve um filho dele e deu para adoção ao nascer.

Leon foi colocado para adoção assim que nasceu; hoje ele tem 10 anos e uma responsabilidade linda com Elena. Eles se conheceram e assim acabaram criando um vínculo de irmãos. Entre eles há uma promessa de que nunca abandonariam ao outro, porém essa promessa parece difícil manter. Elena está muito doente e Leon em busca de conseguir ajudá-la acaba sendo preso e levado para o reformatório.

Miguel encontra seu filho, promete a ele que ajudará Elena. É partir desse encontro que a história começa a desenrolar e claro que não darei spoiler, mas posso garantir que o livro irá te emocionar e vai fazer você derramar diversas lágrimas.

A autora Sinéia Rangel consegue tocar a nossa alma com esse livro, o foco da história do livro é a família. Os temas abordados são: amor, adoção, luto e abandono. Sinéia mais uma vez usou sua maestria para escrever esse livro e nos fazer ficar emocionados e com uma ressaca daquelas após a leitura.

“— Não fique triste, porque eu vou te esperar no Céu e nós vamos voar de verdade, como as borboletas na janela.”

O livro possui pontos de vistas intercalados entre os personagens principais, porém a meu ver o grande destaque do livro foi a pequena borboleta Elena. Não tem como não chorar com suas palavras e com sua maturidade precoce. Quanto amor por ela. A capa do livro foi muito bem representada e nos remete ao significado real da história. Posso garantir que é um livro impactante, de uma veracidade chocante fazendo nos sentir um verdadeiro ódio por alguns personagens.  E aí o que você achou da resenha? Deixe sua opinião nos comentários.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here