Fabiane Rodrigues da Silva

0
343
  1. Fale-nos um pouco de você.

Sou de Porto Alegre – RS e tenho 32 anos. Gosto de ler e escrever desde criança. Foi uma paixão que despertou ainda precoce, mas que só me deu alegrias ao longo do tempo. Ainda sou nova nessa vida literária, contudo pretendo ficar por muito tempo. Junto com as antologias concilio a vida de concurseira, como bacharel em Direito é um caminho que quero seguir. Direito e Literatura juntos. 

  1. O que você fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita? Estudo para concursos. A inspiração vem de experiências cotidianas e de percepções de histórias que me são contadas.
  2. Qual a melhor coisa em escrever? Escrever me deixa leve. É como as asas para os pássaros, posso ver os mais lindos voos através das letras e ter mil sentimentos em um texto.
  3. Você tem um cantinho especial para escrever?Não tenho.
  4. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros? Gosto de poesia e romance, mas já escrevi suspense, drama, fantasia e infantil.
  5. Fale-nos um pouco sobre seu (s) livro (s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens? O meu livro Beijinho Doce- O beijo de uma vida inteira foi uma homenagem para as minhas avós e a inspiração foi delas para compor os personagens.
  6. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro? Pesquiso em matérias na internet ou escuto as histórias das pessoas.
  7. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?Não.
  8. Você já teve dificuldade em publicar algum livro? Teve algum livro que não conseguiu ser publicado? A dificuldade é sempre o valor cobrado, para iniciantes arcar com quase quinze mil reais é muito alto. Entendo que as etapas de um livro passa por várias pessoas e elaa devem ser remuneradas, mas ser obrigada a adquirir cerca de quinhetos exemplares é surreal. Claro, nem todas as editoras são assim.
  9. O que você acha do novo cenário da literatura nacional? Acho maravilhoso. Atualmente só leio autor nacional. Acho que nos identificamos mais rapidamente com a linguagem do livro.
  10. Recentemente surgiram várias pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom? Como em qualquer área, vai ter pessoas de qualidade e outras nem tanto. Tudo é aprendizado e deve ser valorizado.
  11. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais? Entendo que na livraria tem todo um custo, mas na internet tem sempre promoção. Cada ramo de venda tem um custo e isso é repassado para o consumidor.
  12. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”? Um milhão de estrelas, da Chis Melo.
  13. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria? (nome da música + cantor) Beijinho Doce- Irmãs Galvão
  14. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”? Ainda não.
  15. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles? Por enquanto estou parada e focada nos estudos, mas quem sabe em breve um livro de poesias.
  16. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?Não costumo ler, vou ser sincera nesse aspecto.
  17. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria? Samantha Holtz, adoro a pessoa que ela é e seus livros.
  18. Qual a maior alegria para um escritor?Um leitor dizer que se identificou com sua história escrita.
  19. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.Que jamais percam o sonho de realizar algo, tudo é possível. Apesar das dificuldades do dia-a-dia, tudo o que é seu chega até você. Acredite!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here