História é tudo que me Deixou – Adam Silvera

1
179

História é tudo que me Deixou, é um livro muito interessante e que me conquistou aos poucos, iniciei o livro sem muitas pretensões, mas a cada página me vi envolvida com a história e disposta a terminar a leitura e descobri o que aconteceria com Griffin.

Sinopse:

“Quando o primeiro amor e ex-namorado de Griffin, Theo, morre afogado em um acidente, seu universo implode. Embora Theo tivesse se mudado para a Califórnia para cursar a faculdade e começado a namorar Jackson, Griffin nunca duvidou de que Theo voltaria para ele quando chegasse a hora certa. Porém, o futuro que ele tanto desejava está despedaçado.
Para piorar as coisas, a única pessoa que realmente entende sua tristeza é o Jackson. Mas, não importa o quanto eles conversem e se entendam, a espiral depressiva de Griffin continua. Ele está se perdendo em suas compulsões obsessivas e escolhas destrutivas, e os segredos que ele tem guardado o estão consumindo.
Se Griffin pretende reconstruir sua vida, ele precisará visitar e confrontar o que viveu com Theo, história por história”.

Gostei bastante da história e da forma como o autor escreveu e descreveu os personagens. A história é contada em primeira pessoal, sempre através do Griffin e o autor nos trouxe muita sensibilidade durante todo livro.

O livro conta a história de amigos que se descobrem apaixonados e iniciam uma relação de forma muito natural, sem cobranças, sem exageros, uma relação cheia de descobertas, lealdade, amizade e companheirismo. Mas após a morte de Theo, Griffin se vê em um mundo no qual ele jamais se imaginou, longe da sua pessoa preferida em todo o mundo.

A inteligência e sensibilidade do autor é algo que precisa ser destacado, ele traz uma história de amor e não uma história de amor entre um casal gay. São jovens descobrindo o mundo, descobrindo os seus anseios, desejos e sexualidade, sem que em nenhum momento a opção sexual seja uma questão na história. O livro não fala sobre preconceitos, sobre dilemas envolvendo uma relação homo afetiva, é simplesmente uma história bonita, bem escrita, com momentos bons e cheios de dúvidas vividos por um casal, simples assim. E isso para mim foi um ponto mais que positivo. A relação em nenhum momento foi questionada, nem pelo autor, nem pelos personagens que fazem parte da história, existe uma relação amorosa e a opção sexual não é algo importante, não passa de um mínimo detalhe.

O livro é muito emocionante, ele trata da dificuldade de se desapegar de uma pessoa amada após a sua morte, fala sobre culpa, sobre a dor da solidão mesmo tendo pessoas ao redor e prontas para ajudar e oferecer um ombro a qualquer momento. Fala também da importância de compreender que um dia todos morrerão e que é preciso saber lidar com questões como essa, sobre a dependência que as vezes temos em relação ao outro, sobre o quanto projetamos no outro a nossa felicidade, sendo que essa deve depender apenas de nós mesmos.

Gostei muito dos personagens, da forma que o autor desenvolveu a história, os personagens são inteligentes e muito reais, cheios de qualidades e defeitos como qualquer ser humano. As pessoas que os cercam fazem um papel muito importante, de dar apoio e oferecer o carinho necessário para pessoas que passam por uma grande perda.

A história passa uma mensagem muito legal sobre a necessidade de seguir em frente após uma grande perda, sobre a importância de seguir em frente mesmo com toda dor que possamos estar sentindo. Fala também sobre a necessidade de nos perdoarmos, de não nos crucificarmos, além da importância de sermos sinceros com nós mesmos e com o outro.

Até breve,

Um comentário

  1. Thanks for one’s marvelous posting! I certainly enjoyed reading it,
    you are a great author.I will be sure to bookmark
    your blog and will eventually come back at some point.
    I want to encourage you to continue your great writing, have
    a nice holiday weekend!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here