Julius Caesar

0
267
  1. Fale-nos um pouco de você.

O que falar, sou Nerd, Gamer, Geek, Otaku, Viciado em cultura pop, pai, marido e apaixonado pela família.

  1. O que você fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita?

Eu sou empresário, tenho uma empresa de consultoria em Gestão de T.I (Tecnologia da Informação). Tudo é inspiração, uma música, um filme, quadrinhos, mas  o grande salto para escrever foram as sessões de RPG (Role-Playing Game) quando eu era adolescente.

  1. Qual a melhor coisa em escrever?

Poder expressar uma idéia ou transmitir para outros aquilo que existe apenas na sua mente.

  1. Você tem um cantinho especial para escrever? (Envie-nos uma foto)

Não! Escrevo em qualquer lugar, no momento em que coloco o fone de ouvido com música sou teleportado para o meu universo particular lugar aonde todas histórias são construídas.

  1. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?

O meu gênero e o mistério e o terror. Sim, já escrevi fantasia (gosto muito), romance, ficção e ficção cientifica.

  1. Fale-nos um pouco sobre seu (s) livro (s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens?

Eu ainda não tenho um livro autoral completo. Estou participando das Antologias Apocalipse e Meu lado serial killer

Apocalipse (Deus ex-machina) – Conta a historia do cientista Joshua e a sua luta para tentar salvar a humanidade do anti-cristo.

Meu lado serial Killer (Inimigo Intimo) – A delegada da Policia civil Ingrid Schneider em entrevista conta como foi solucionar o caso do assassino Rubro, serial killer famoso por matar apenas ruivas.

  1. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?

Depende da história que vou criar. Escrevi um conto (devo publica-lo no wattpad) que se passa na Chapada Diamantina. Então pesquisei o local, cidades, lugares lendas etc.

  1. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?

Minha maior inspiração e o Stephen King. Mas tenho as influências de Julio Verne, Allan Poe, Robert E. Horward, H.P. Lovercraft.

  1. Você já teve dificuldade em publicar algum livro? Teve algum livro que não conseguiu ser publicado?

Por enquanto não tive esse problema pois ainda não publiquei nenhum livro autoral, tenho apenas participações em Antologias. Mas para o próximo ano vou publicar meu primeiro livro. Eu tinha uma idéia para uma história mas como na época estava na moda vampiros acabei desistindo de escrever pois achei que já havia livro de vampiros demais.

  1. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?

Estou gostando muito. Não faltam títulos e gêneros da nossa literatura.

  1. Recentemente surgiram várias pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?

Vemos nitidamente que sobram quantidade, mas a qualidade não está na mesma proporção, infelizmente!

  1. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?

Para a maioria que recebe apenas um salário mínimo comprar um livro se torna muito difícil. Deveria ter mecanismos que incentivasse a aquisição de livros ou imagina poder utilizar o valor do livro para dedução do imposto de renda.

  1. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”?

Jogador Nº1 e a saga Percy Jackson. São ideias que fico assim: “Cara por que eu não pensei nisso?”

  1. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria? (nome da música + cantor)

Boa pergunta! Apocalipse eu colocaria In the end – Linkin Park

Para o Meu lado Seria Killer, não tenho ideia de que musica usar.

  1. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?

Sim. Não necessariamente a vida, mas me deu um novo olhar para o mundo, o livro foi Feliz ano velho.

  1. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?

Sim tenho alguns, mas o foco vai ser no Livro Atual, Destino –  Que conta as desventuras de um pai de família comum como milhões de Brasileiros, mas devido a um revés do destino ele é envolvido em uma trama sobrenatural.

E uma série policial sobre um ex-agente da policia federal que se torna um detetive que ajuda pessoas normais a enfrentar as criaturas das trevas, as historias serão baseadas em lendas da web e/ou creppypastas.

  1. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?

Eu gosto de saber a opinião das pessoas, mas não me deixo influenciar eu preciso tirar minhas próprias conclusões.

  1. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?

Jó Soares. Seria o máximo ele lendo e dando a opinião sobre minha escrita.

  1. Qual a maior alegria para um escritor?

Quando alguém ler o que eu escrevo e a pessoa expressa os sentimentos sobre o que leu. Não leu por ler ou ficou apático com a história.

  1. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.

Nunca desista, e escreva sempre, quando tiver bloqueio, quando estiver sem ideias, escreva sempre.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here