Maria da Paz Guerreiro – Paz Guerreiro

0
365
  1. Fale-nos um pouco de você.

Diria Florbela que “ Eu sou a que no mundo anda perdida…” Não há muito para falar.

  1. O que você fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita?

Eu sou Agente Comunitário de Saúde,  terapeuta reikiana, de florais de Bach, consteladora familiar e serei psicanalista.

  1. Qual a melhor coisa em escrever?

    Eu escrevo terror… Então o melhor é por a máscara… E deixar o leitor sem saber o limite entre a fantasia e a realidade.

  2. Você tem um cantinho especial para escrever? (Envie-nos uma foto)

Não tenho.

  1. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?

Terror. Mas tenho LGBT e infanto juvenil.

  1. Fale-nos um pouco sobre seu (s) livro (s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens.

Em minha vida, minhas ideias e vontades.

  1. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?

Quando crio um cenário, pesquiso o clima da região, os nomes mais comuns…

  1. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?

Não.

  1. Você já teve dificuldade em publicar algum livro? Teve algum livro que não conseguiu ser publicado?

Todas as dificuldades…

  1. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?

Para mim, algo quase desconhecido. Comecei em 2016. E escrevi desenfreadamente… Parei por meses e talvez eu volte a escrever

  1. Recentemente surgiram várias pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?

Tenho visto livros esplêndidos… Em contrapartida, outros horríveis,muito bem aceitos.

  1. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?

Ele vem dos altos custos para publicar. Se for um autor independente, a situação é ainda pior.

  1. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”?

O Estrangulador, de Sidney Sheldon

  1. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria?

Ameno, de Era.

  1. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?

O Perfume-História de um Assassino.

  1. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?

No momento não.

  1. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?

Não acompanho

  1. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?

Prefiro não responder.

  1. Qual a maior alegria para um escritor?

Ser reconhecido e elogiado.

  1. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.

Coragem e determinação são necessárias.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here