Me chame pelo seu nome – André Aciman

0
322

Uma historia de amor, que te prende a ponto de ficar no meio da relação.

Sinopse: Livro que inspirou o filme dirigido por Luca Guadagnino, aclamado nos festivais de Berlim, Toronto, do Rio, no Sundance e um dos principais candidatos ao Oscar de 2018.
A casa onde Elio passa os verões é um verdadeiro paraíso na costa italiana, parada certa de amigos, vizinhos, artistas e intelectuais de todos os lugares. Filho de um importante professor universitário, o jovem está bastante acostumado à rotina de, a cada verão, hospedar por seis semanas na villa da família um novo escritor que, em troca da boa acolhida, ajuda seu pai com correspondências e papeladas. Uma cobiçada residência literária que já atraiu muitos nomes, mas nenhum deles como Oliver.
Elio imediatamente, e sem perceber, se encanta pelo americano de vinte e quatro anos, espontâneo e atraente, que aproveita a temporada para trabalhar em seu manuscrito sobre Heráclito e, sobretudo, desfrutar do verão mediterrâneo. Da antipatia impaciente que parece atravessar o convívio inicial dos dois surge uma paixão que só aumenta à medida que o instável e desconhecido terreno que os separa vai sendo vencido. Uma experiência inesquecível, que os marcará para o resto da vida.
Com rara sensibilidade, André Aciman constrói uma viva e sincera elegia à paixão, em um romance no qual se reconhecem as mais delicadas e brutais emoções da juventude. Uma narrativa magnética, inquieta e profundamente tocante.

Elio é filho de um professor universitário, e tá acostumado em ceder seu quarto por algumas semanas para alunos prodígios. Este período será para aprimoramento acadêmico. Porém, o que o jovem não esperava era criar um grande afeto pelo novo hospede. O livro tem como cenário a Itália, onde deixa tudo ainda mais maravilhoso.

Essa historia ganhou bastante notoriedade quando foi adaptado para a tela do cinema. E ler o livro, vemos que o filme se torna fiel ao livro, não é a toa que ganhou um Oscar por “melhor roteiro adaptado”. Porém no livro teremos mais o ponto de vista de Elio, um jovem que está com os sentimentos à flor da pele. Leremos sobre sua mudança de humor até o surgimento de um grande sentimento amoroso.

Não a muito que dizer, sem dar spoiler, mas não torcer por um possível relacionamento é impossível, em certo momento a narrativa de Elio se torna bem excitante, mas a escrita do autor cobre isso com certa poesia na escrita, detalhe primordial para seguir com a leitura. Quem já assistiu ao filme, creio salientar, que se você, assim como eu, queria mais, o livro trás mais ao longo da história, porém não para onde o filme terminou, só aí já vejo argumento suficiente para ler o livro também.

Me chame pelo seu nome foi lançado no inicio de 2018 pela editora Intrínseca, possui 288 paginas, dei 4/5 estrelas no Skoob, só não chegou a 5 estrelas, pois o final me deixou doido por mais, onde a historia simplesmente acaba, se tornando algo sem uma conclusão definida.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here