Não sou feito de pedra e nem meu coração é congelado

2
1196

Não é novidade para mim ouvir da boca de pessoas que não me conhecem direito o quão sou indiferente, frio, desapegado, ou sem coração.

Nossas personalidades são moldadas durante toda a vida, sempre sendo acrescentado algo mais, modificando-se para pior ou melhor. É tudo uma questão de vivência.

Geralmente pouco me importo, mas assumo que há dias que esses rótulos, por assim dizer, me incomodam. E fico me perguntando “Por que me julgam antes de procurar me conhecer?”

Diante disso, precisando desabafar, resolvi escrever as seguintes palavras como resposta:

Não sou feito de pedra e nem meu coração é congelado.

Não é algo complicado, no fundo, cada um de nós, com o tempo, aprendemos a criar um muro que impede que grandes desastres nos atinjam em cheio, chocando-se contra os tijolos de nossa muralha pessoal. Essa barreira chega a rachar, mas garante uma grande parte de nossa integridade.

Assim sou eu. Assim é você.

Faz parte do amadurecimento, o muro que você cria para se proteger, vai sendo construído aos poucos, com o passar das dores, dos amores, das decepções, das alegrias, de vários sentimentos.

Não é ser frio e/ou indiferente. É ser capaz de bloquear o que quer derrubar a gente.

Todos temos muros pessoais.

Ninguém se deixar ser totalmente desprotegido.

Antes de julgar a personalidade alheia, vamos procurar conhecer a pessoa e entendê-la.

2 Comentários

  1. Parabéns pelo texto! Amei até a imagem escolhida e o título!
    Me identifiquei muito e concordo plenamente com a tua visão de maturidade… Ainda não sou tão fria ou indiferente quanto gostaria e ainda sei que terei de me tornar pela vida… Contudo acho que a esmagadora maioria de nós vai estar num processo contínuo de amadurecimento até o último dia na terra…
    Mas também sei muito bem como é ser julgada pela personalidade!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here