1. Fale-nos um pouco de você.

Esta Antologia O Vazio é minha primeira participação.

  1. O que você fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita?

Tive várias profissões, fui técnica judiciária por 27 anos, agora sou aposentada. A inspiração veio dos livros adquiridos por meu pai em minha infância, e nos das bibliotecas que eu devorava.

  1. Qual a melhor coisa em escrever?

Poder expandir pensamentos, interagir, soltar a imaginação.

  1. Você tem um cantinho especial para escrever? (Envie-nos uma foto)

Ainda não.

  1. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?

Vários. Ainda estou em fase inicial, por isso estou no romance.

  1. Fale-nos um pouco sobre seu (s) livro (s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens?

Meu conto Nuances, surgiu das experiências próprias e a observação ao mundo exterior.

  1. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?

Pesquiso na internet, em documentários, em entrevistas.

  1. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?

Nenhum em particular, mas carregamos um pouquinho de cada um que passa sob nossos olhos.

  1. Você já teve dificuldade em publicar algum livro? Teve algum livro que não conseguiu ser publicado?

Meu livro está sem revisão. Planejo publicá-lo em 2.020.

  1. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?

Precisa de muito incentivo para o retorno aos livros.

  1. Recentemente surgiram várias pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?

É preciso ter critérios ao escrever, não procurar apenas satisfação pessoal, ser escritor não significa liberdade sem limites.

  1. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?

Triste, mas é reflexo da tecnologia, das redes sociais, jogos eletrônicos, que despertam a atenção atual. Precisa-se de alternativas.

  1. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”?

Vários, como o Administre Suas Emoções, de Joyce Meyer.

  1. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria? (nome da música + cantor)

Mais Uma Vez – Renato Russo

  1. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?

Ainda não. Escritores, estou à sua espera.

  1. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?

Meu projeto agora será focado na publicação de meu livro, leituras e muito aprendizado na arte da literatura.

  1. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?

Críticas são interessantes. Não me envolvo muito em redes sociais.

  1. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?

Luiz Fernando Verissimo, por sua versatilidade.

  1. Qual a maior alegria para um escritor?

A aceitação do seu trabalho pelo público leitor.

  1. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.

Responsabilidade. É o que falta nos dias atuais. Entrar nos pensamentos alheios exige comprometimento. Lançar desafios e questionamentos é o objetivo do autor, sem causar danos irreparáveis na mente, principalmente de crianças e jovens.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here