Rozemar Messias

0
309
  1. Fale-nos um pouco de você.
    Sou casada, tenho dois filhos lindos, atuo na área da educação que é minha paixão. Sou formada em Pedagogia e Processamento de Dados e especialista em Magistério Superior, Educação Infantil, Educação Especial e Psicopedagogia. Moro em Colombo PR, adoro animais, em especial minha pitbull Mel. Gosto de fazer caminhadas, ler, assistir boas séries e viajar.
  2. O que você fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita?
    Sou professora e pedagoga. A inspiração para escrita veio da paixão pela leitura.
  3. Qual a melhor coisa em escrever?
    Imaginar um mundo diferente. 
  4. Você tem um cantinho especial para escrever? 
    Não tenho lugar especial para escrita, escrevo no note, em cadernetas, no celular, no ônibus, durante tempo de espera em filas…
  5. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?
    Sou poeta e escrevo fantasia e romances. Foi nesse passeio por gêneros que escrevi o conto para Antologia Pânico.
  6. Fale-nos um pouco sobre seu (s) livro (s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens?
    No início pesquisava nomes de personagens no dicionário, agora costumo usar nomes de pessoas conhecidas e que tenham uma das características do personagem. O título costuma ter relação com o texto escrito, escolho depois da história quase pronta.
  7. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?
    Pesquisas históricas e geográficas. Também uso notícias, reportagens.
  8. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?
    Minha inspiração vem de livros que li e gostei, sigo o mesmo estilo de escrita.
  9. Você já teve dificuldade em publicar algum livro?
    Teve algum livro que não conseguiu ser publicado? Estou em início de carreira, mas já fui recusada em algumas antologias em que me inscrevi.
  10. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?
    Acho que há oportunidades para todos que se dedicarem e acreditarem no seu potencial.
  11. Recentemente surgiram várias pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?
    Sinto pela falta de qualidade em muitos livros, mas por outro lado, os melhores têm oportunidade de destaque.
  12. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?
    Antes eu criticava, mas agora que escrevo, vejo como é difícil produzir um material bem escrito, com uso de técnicas, que passou por diversas revisões. O autor realiza pesquisas, dedica tempo, investe em cursos para melhorar sua escrita. Infelizmente tudo isso gera custos.
  13. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”?
    São muitos… Harry Porter, 50 tons de cinza, Diários de um vampiro, Crepúsculo, The house of night…
  14. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria?
    Without you – Avicii ou Thunder Image dragons
  15. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?
    O pequeno príncipe.
  16. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?
    Estou envolvida em algumas antologias: Contos: Editora Cartola – Olimpo: deuses, heróis e monstros; Arca literária – Prenúncio do medo; Poesia: Editora Darda  – tautogramas telúricos; Suigeneris – Sol de inverno; Celeiro editores – Poesia sem fronteiras; 30º. Concurso Literário Internacional de poesias, contos e crônicas.
  1. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais?
    O que você acha sobre isso? Como em tudo na vida, há críticas boas e outras nem tanto.
  2. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?
    André Vianco.
  3. Qual a maior alegria para um escritor?
    Ver o livro circular e conquistar leitores.
  4. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.
    Precisamos acreditar que sonhos são possíveis, dão trabalho, demandam esforço, mas valem muito a pena!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here