Olá pessoas!

Vamos falar hoje de mais um título da Ler Editorial, parceira do Arca Literária. Quando a Editora postou as opções disponíveis para escolhermos, eu logo bati os olhos numa capa que mostrava bonito contraste de cores, cujo título me despertou muito o interesse, já que sou eterno amante do futebol. E logo quando comecei a ler tive a plena certeza de que havia feito a escolha certa.

Um Show de Bola” é um romance da autora carioca Kel Costa lançado agora em 2019 e publicado como mencionei antes pela Ler Editorial. Não conhecia até então o trabalho dela e pesquisando descobri que já tem certa estrada, com obras publicadas também pela mesma editora. O livro tem 419 páginas, e volto a repetir o colorido da capa muito me agradou.

“E então o mundo parou por alguns segundos quando ele me olhou. Para o meu desespero, ele sustentou o olhar até se afastar bastante e eu tinha certeza de ter visto um esboço de meio sorriso…”. (p.18)

Maria Eduarda (quase todos chamam ela de Duda) é uma garota de 21 anos apaixonada por futebol. Desde a infância nutria o sonho de um dia ser jogadora profissional e durante algum tempo fez parte de uma equipe de futebol feminino na cidade do Rio de Janeiro. Os seus planos contudo foram interrompidos porque seu pai e sua mãe não concordavam, pois desejavam que a sua única filha fosse bem sucedida nos estudos. Assim, ela largou os campos, mas não o futebol. Graças ao seu tio, conseguiu uma vaga de estágio na equipe de preparação física do Gladiadores Atlético Clube, uma das principais equipes do Rio e time do coração dela.

Como certos torcedores e torcedoras, a garota tem um jogador preferido e sabe tudo sobre sua vida e sua carreira. Trata-se de Leo Becker. Ela tem inúmeras fotos dele espalhadas no quarto. O astro brasileiro desde cedo chamou atenção pelo talento e logo apareceu a oportunidade de ir atuar na Europa. Além de talentoso, o cara é do tipo boa pinta, o que atrai o desejo de muitas mulheres. Com fama e riqueza, ele pode ter a mulher que quiser, na hora que bem entender. Para Duda, resta ficar na vontade…

Uma notícia, contudo, vai mexer com a estrutura da garota. O jogador está voltando para o Brasil para atuar por empréstimo, durante seis meses. E é exatamente no Gladiadores que ele irá jogar.

“Ser gostoso tem os seus prós e contras…” (p.75).

Leo Becker é o tipo de cara que faz sucesso entre o público feminino. Suas conquistas como profissional do esporte, os seus atributos físicos, sua conta bancária recheada e sua fama são fatores decisivos para todo o alarde que é feito sobre a sua pessoa. Por onde passa atrai os holofotes. Gosta de curtir a vida da maneira que lhe seja mais propícia, sem preocupar-se com os custos. Durante a leitura, iremos descobrir que ele é alguém que também se preocupa com a sua família.

Duda ficou por demais excitada com a ideia de ter o objeto de sua admiração e paixão bem próximo. A chegada de Leo é marcada por grande confusão causada pela presença maciça da imprensa e de inúmeros torcedores. Os responsáveis fazem a apresentação das dependências do clube e dos demais funcionários para ele e a moça fica sem ação quando Leo chega perto dela. No dia seguinte, Duda recebe a incumbência de acompanhar a preparação física dele, e a oportunidade de passar alguns momentos próximos deixa-a nervosa, e ela faz de tudo para contornar o seu nervosismo pois ali é um ambiente de trabalho.

“Não estou te sequestrando, não precisa ficar nervosa. Só preciso que você me dê umas dicas porque faz tempo que eu não vou para aqueles lados” (p.52).

Por inúmeras circunstâncias, os dois estreitam os laços. Determinado dia de muita chuva, ele se oferece para dar carona e levá-la para a faculdade. A relação entre os dois sai da esfera profissional e adentra na amizade. E logo pinta um clima entre eles. Duda sempre nutriu desejou por aquele homem, mas eles pertencem a mundos diferentes. Leo com o tempo também se sente atraído pro ela, porque a garota não é nada parecida com as mulheres que ele costuma ter. A aproximação entre ambos é algo que não seria bem visto pelo clube. A família de Eduarda preocupa-se com ela e não permitiria que um “galinha” se aproveitasse da menina inexperiente.

A história é narrada em primeira pessoa. Bem coerente com o tipo da narrativa. No início de cada capítulo aparece uma postagem no twitter, comentando alguma situação ou estado de espírito da Duda. Isso retratou bem a personalidade da protagonista, bem parecida com a maioria das garotas da idade.

O livro traz além do drama que envolve os dois personagens, algumas pitadas de humor e certa dose de erotismo (lógico né?!).

Muitos dos momentos são acompanhados por música, e a autora destaca a canção que está sendo executada. A trilha sonora é fantástica. Traz a mescla de sucessos antigos e mais recentes, tanto nacionais como internacionais. As minhas músicas preferidas do Marrom 5 estão presentes. Acabei criando uma playlist com algumas canções que eu não conhecia.

A escrita da autora não é cansativa. A trama discorre bem, sem entraves.

Além dos dois protagonistas, posso destacar a presença dos pais da Duda; suas duas melhores amigas Rafaela e Carol (que também é prima dela), Evandro o tio que conseguiu o estágio e que também trabalha nos Gladiadores e Tato, jogador do clube que tem boas relações com Duda e que vira o grande companheiro de Leo.

O livro é clichê? Sim, é, e não teria outra forma de ser diferente analisando todo o contexto.

Foi muito prazeroso fazer a leitura de Um Show de Bola. Golaço de muita classe!

Ah, fiquei sabendo que vem continuação por aí. Uma história independente tendo outros personagens deste primeiro livro como protagonistas. Vamos esperar então para sabe o que a Kel Costa nos trará de novidade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here